Vantagens do óleo da árvore do chá contra infecções fúngicas

O óleo da árvore do chá contém Texonine-4-ol, que pode ajudar a eliminar o fungo que causa infecções por fungos. Este óleo tem propriedades antibacterianas, antifúngicas e antibacterianas, que ajudam a tratar infecções fúngicas e curar feridas. 

De acordo com um estudo, os pesquisadores descobriram que o óleo da árvore do chá é um tratamento eficaz para infecções fúngicas porque o óleo da árvore do chá pode inibir a Candida albicans, incluindo 14 outras cepas resistentes aos medicamentos.

O óleo da árvore do chá, na forma diluída ou misturado com óleo transportador, é útil das seguintes maneiras:

  • Reduz a coceira e a inflamação
  • Impedir o crescimento bacteriano
  • Reparar tecido danificado
  • Ajude a restaurar o equilíbrio de bactérias benéficas e prejudiciais

Benefício para infecções por fungo

Para infecções vaginais por fungos, o procedimento envolve a inserção de um supositório ou tampões feitos com óleo da árvore do chá na vagina. Uma das misturas mais comuns é misturar algumas gotas de óleo da árvore do chá e três gotas de óleo de lavanda com uma colher de sopa de óleo de coco puro e congelar. 

Em seguida, insira essa mistura de óleo congelado na vagina. Esses óleos derretem devido ao calor do corpo, inibem o crescimento de bactérias e ajudam a curar a pele.

No entanto, também há relatos de sensação de queimação excessiva causada pelo óleo da árvore do chá. Pode ser mais seguro usar tampões de azeite de oliva ozonizado como um remédio natural para infecções vaginais por fungos. 

Efeitos colaterais do óleo da árvore do chá em infecções por fungos

O óleo da árvore do chá pode ter efeitos colaterais graves, por isso é melhor testá-lo em suas mãos antes de usar o óleo da árvore do chá em partes sensíveis do corpo. Os efeitos colaterais mais comuns incluem:

  • Toxicidade: Se tomado por via oral, o óleo da árvore do chá pode ser tóxico, por isso é recomendado não usá-lo dentro ou fora da boca.
  • Reações alérgicas: Se o óleo da árvore do chá não for diluído ou misturado corretamente, pode irritar a pele ou causar reações alérgicas.
  • Sensação de queimação: algumas pessoas sentem queimação excessiva na área vaginal ao usar misturas de óleo de melaleuca para tratar infecções vaginais por fungos.

Por razões de segurança, mulheres grávidas e amamentando devem evitar o uso de misturas de óleo de melaleuca. Além disso, é recomendável consultar um médico especialista antes de diagnosticar coceira e erupção cutânea. Sempre consulte seu médico antes de aplicar oleos essenciais topicamente, especialmente em partes sensíveis do corpo.

Outra dica para se proteger de infecções

Além do óleo essencial da árvore do chá você pode optar por usar algum produto de âmbar, como por exemplo, o colar âmbar que além de ser um belo acessório, tem propriedades que fortalecem seu sistema imunológico contra doenças inflamatórias e algumas infecções.