Mineração, Minerais, Metais: Antecedentes

Composição da Indústria:

A indústria de metais, minerais e mineração é definida como atividades envolvidas na localização, escavação e processamento de metais, minerais e outros recursos geológicos necessários à economia. A indústria contém cinco segmentos principais:

Extração de petróleo e gás: produz petróleo e gás natural para aquecer residências, abastecer carros e fábricas de energia.

Mineração de carvão: produz carvão, combustível fóssil usado principalmente para geração de energia elétrica e produção de aço.

Mineração de minério de metal: extração de minérios de metal, principalmente ouro, prata, ferro, cobre, chumbo e zinco usados ​​para produzir joias, eletrônicos e aço.

Mineração de minerais não metálicos: abrange uma ampla gama de extração de minerais e produz brita, areia e cascalho para a construção de estradas e edifícios.

Atividades de Apoio à Mineração: trabalhos realizados por empresas terceirizadas do setor de mineração. Por exemplo, extração de pedreiras ou extração mineral de ampla gama.

Essas saídas servem de base para quase todas as outras indústrias, seja para a formação de algum outro produto na indústria ou simplesmente para a necessidade necessária desse recurso natural na indústria.

História:

Afinal, o que é lavra? A indústria de mineração pode ser datada de 41000 aC, em uma mina na Suazilândia. A mina, chamada Caverna do Leão, é onde os nativos extraíram hematita para produzir ocre, um pigmento vermelho. Outras minas descobertas que existiram durante o mesmo período foram as de sílex, que os humanos usaram como ferramentas e armas durante o tempo.

Os antigos egípcios desenvolveram a mineração em pedreiras há cerca de 4.000 anos para encontrar ouro, rocha e outros minérios de que precisavam. Os romanos e gregos usaram técnicas semelhantes às dos egípcios em tempos posteriores, mas avançaram ainda mais como a água era usada na mineração, bem como removida dos poços de mineração, com o uso de aquedutos.

Na época medieval, a demanda por metais como ferro, cobre e bronze impulsionou ainda mais a indústria de mineração. Essa demanda precisava de novas técnicas; incluindo o uso de pirotecnia para explodir rocha e terra para acelerar a extração e descoberta de minérios.

A mineração acabou se tornando muito comum no hemisfério ocidental no século XIX. O setor continuou a moldar a vida das pessoas que muitas vezes são levadas de um local para outro pela promessa de trabalho. Comunidades e cidades inteiras surgiram como resultado de oportunidades de mineração.

Líderes:

A mineração consiste em duas operações: a exploração do recurso procurado e o processo de mineração propriamente dito. A exploração é normalmente realizada por empresas menores ou empreendedores individuais. A mineração é feita por empresas muito grandes, às vezes multinacionais, devido ao fato de que estabelecer uma mina moderna requer um capital significativo. Alguns desses grandes líderes do setor incluem a Alcoa, que produz alumínio, e a ArcelorMittal; bem como BHP Billiton, Vale e Angelo American, que são mineradoras diversificadas.

Tendências:

A tecnologia passou a desempenhar um papel mais importante na indústria, abrindo caminho para melhores medidas de segurança e reduzindo a quantidade de mão de obra necessária para um trabalho. A indústria do aço se beneficiou especialmente com isso, com algumas empresas reduzindo a mão de obra em até 90 por cento.

Os efeitos ambientais têm sido uma preocupação para esta indústria. Muitos países exigem que as empresas de mineração sigam diretrizes ambientais rígidas para evitar erosão, ralos, contaminação das águas subterrâneas e perda de biodiversidade. Existem disposições relativas à reabilitação da terra para o seu estado anterior ou melhor. As empresas de mineração de ouro frequentemente operam em ecossistemas frágeis, levando a cobranças de demanda ao meio ambiente e ao deslocamento ou abuso de populações nativas. O impacto ambiental deve ser monitorado em um futuro próximo, uma vez que vários líderes nacionais se comprometeram a proteger o meio ambiente, especialmente após a conferência em Copenhague, onde muitas dessas questões foram discutidas. China, há muito criticada por sua falta de consideração pelo meio ambiente,

As leis comerciais e a concorrência internacional criam uma grande fricção no setor. Empresas como a coreana POSCO e a japonesa Sumitomo-Nippon Steel, duas produtoras de aço líderes, exportam muitos de seus produtos para países como os Estados Unidos, onde sindicatos e siderúrgicas reclamam de dumping ilegal por parte de produtores de aço offshore.

Recentemente, tem havido um grande foco na mineração de metais de terras raras devido ao avanço da tecnologia. O termo raro sugere mais a dificuldade de mineração ou extração desses metais do que sua real abundância na natureza. Ironicamente, sua extração está sendo ajudada por tecnologias mais novas, exatamente o que são necessários para criar e melhorar. A China é o principal produtor de metais de terras raras, controlando 97% da produção.

Perspectiva futura:

Os altos níveis atuais de investimento em novas tecnologias sugerem que, para grandes operações de mineração, há um foco no valor de longo prazo. Novos métodos de exploração surgirão para maximizar a produção de maneira econômica. A inovação ao longo de toda a cadeia de produção da mina começa com a tecnologia de perfuração, como pode ser visto no novo desenvolvimento do fracking. Investimentos em tecnologia com resultado em brocas mais eficazes, duráveis ​​e autônomas. Esses investimentos já começaram a render grandes frutos, com a descoberta recente de novos depósitos de petróleo no meio-oeste dos Estados Unidos que antes eram inacessíveis com a tecnologia de mineração então disponível.

A segurança na indústria de mineração de carvão ganhou destaque na agenda política, tanto no mercado ocidental quanto no asiático. A segurança da mina está melhorando continuamente e há uma vontade crescente por parte das organizações internacionais de apoiar iniciativas para melhorar a saúde e a segurança. A mineração está investindo no crescimento de longo prazo. Como as commodities são necessárias em todas as economias, esse setor tem uma perspectiva futura positiva.