Energias renováveis e suas vantagens

As energias renováveis  são aquelas energias que vêm de recursos naturais que não são esgotados em uma escala humana, mesmo que sejam usados ​​constantemente. O uso humano da energia sempre envolve certo impacto no meio ambiente, porém, se compararmos os efeitos negativos significativos causados ​​pelo uso de fontes convencionais de energia, o impacto negativo do uso de renováveis ​​é desprezível.

A origem da maioria das fontes de energia renováveis ​​é a energia solar, direta ou indiretamente.

Muitas das fontes de energia renovável dependem da geografia e do clima, de forma que você não pode ter instalações de qualquer tipo de energia renovável em qualquer lugar.

Outra característica das energias renováveis ​​é que geralmente são consumidas no local onde são geradas, ou seja, são fontes indígenas de energia. Em contraste, os combustíveis fósseis existem apenas em um número limitado de países e são exportados para o resto do mundo. A utilização de fontes renováveis ​​de energia reduz a dependência do abastecimento externo e contribui para o equilíbrio interterritorial e a criação de empregos. Estima-se que as energias renováveis ​​criem cinco vezes mais empregos do que as convencionais, que geram muito poucos empregos em relação ao seu volume de negócios.

Por se tratarem de fontes locais de energia, são mais baratas que as tradicionais, pois implicam em menor perda de energia e os custos econômicos inerentes às necessidades de transporte e distribuição também são reduzidos.

As principais energias renováveis ​

Vento:  é a energia obtida do vento, ou seja, a energia cinética gerada pelo efeito das correntes de ar através das turbinas eólicas, e que se transforma em outras formas úteis para as atividades humanas.

Solar térmico:  é a utilização da energia solar para produzir calor que pode ser utilizado para cozinhar ou para aquecer água quente para consumo doméstico ou climatização.

Solar fotovoltaico:  é a transformação direta da energia luminosa que vem do Sol em energia elétrica por meio de painéis solares que possuem células fotoelétricas. A radiação solar tem um valor de potência que varia com a altitude, clima, latitude, condições atmosféricas, hora do dia e estações do ano.

Hidráulica:  advém do aproveitamento da energia potencial acumulada nas cachoeiras que pode ser transformada em energia elétrica. São colocadas em operação turbinas que movem um gerador elétrico, gerando energia elétrica. Com este sistema, nenhuma água é consumida, mas sim a energia associada ao seu movimento.

Geotérmica:  é aquela energia que se obtém aproveitando o calor do interior da Terra. Em larga escala, pode ser utilizada para obter água quente sanitária (aquecimento, lavar roupa, etc.), energia térmica industrial ou para produzir eletricidade a partir do vapor quente que passa por uma turbina. Em pequena escala, tem utilizações muito diferentes, dependendo da diferença de temperaturas alcançada.

Maré: é a energia proveniente da utilização da energia das ondas, a produzida pelo gradiente térmico oceânico, a das correntes marinhas e a produzida pela potência osmótica (obtida pela diferença de concentração de sal entre a água do mar e a água doce ) Esse tipo de energia pode ser aproveitada em alguns locais como golfos, baías ou estuários, por meio de turbinas hidráulicas que atrapalham o movimento natural das águas.

Biomassa: resulta da transformação de matéria orgânica, como resíduos agrícolas ou troncos de árvores, em energia calórica ou elétrica. Essa energia tem que ser extraída de uma série de processos de transformação que podem ser físicos, como decomposição, químicos, como pirólise e gaseificação, ou biológicos, como processos de fermentação para produzir álcoois e ésteres.

Conclusão

As energias renováveis ​​são uma garantia para o futuro porque são limpas, são restauradas gratuitamente e são parte da solução do problema energético a longo prazo.