7 coisas que você deve saber antes de comprar um ar condicionado

Com a chegada do período de verão vem a necessidade de ter nossas casas bem climatizadas e ter uma temperatura confortável. Para isso, uma das melhores opções com que podemos contar é a compra de um aparelho de ar condicionado para refrigerar o ambiente.

E o fato é que o mercado de equipamentos e soluções de ar condicionado continua crescendo em nosso país. Segundo dados da Associação dos Fabricantes de Equipamentos de Ar Condicionado (AFEC), foi registrado um aumento de 11,69% no segmento residencial – doméstico.

Sem dúvida, uma aposta segura após as alterações nos regulamentos e se, além disso, queremos ter ar interior de qualidade para maior saúde e conforto. Obviamente, antes de decidir sobre um aparelho de ar condicionado, é importante levar em consideração uma série de aspectos.

7 coisas que você deve saber antes de comprar um ar condicionado

1- Características para escolher um bom ar condicionado

Um ar condicionado, além de ter potência adequada, deve ter alguns extras técnicos para garantir conforto e bem-estar . Como, por exemplo, um termostato, velocidades diferentes e que as grades do difusor podem ser ajustadas . Além disso, possui desligamento automático do ventilador quando o equipamento detecta que não está resfriando. Bem como, boa acessibilidade e fácil manuseio dos filtros , para que sua limpeza e manutenção sejam simples. Sem esquecer a opção de filtro eletrostático para os familiares alérgicos.

2- O tamanho da sala limita a potência

Você sabia que a potência do sistema de ar condicionado deve estar de acordo com o tamanho da sala? E que a potência ou capacidade de refrigeração de um ar condicionado se chama frigorias? E é que uma sala muito grande não pode ser resfriada por um dispositivo com poucas frigorias. Da mesma forma, um eletrodoméstico com muitas geladeiras estaria desperdiçando energia em uma pequena sala. É por isso que é mais importante conhecer a potência necessária para os quartos serem climatizados do que o seu tamanho real.

3- Local de instalação

Nem todos os quartos têm as mesmas necessidades de ar condicionado. É por isso que é aconselhável não apenas ser claro sobre o número de quartos, mas também seu layout . Uma vez que, dependendo disso, será um tipo ou outro sistema de ar condicionado mais adequado para nossa casa. Em geral, os sistemas de ar condicionado costumam ser colocados onde mais tempo será gasto, principalmente em ambientes de uso comum, como quartos e salas de estar.

4- Distância de instalação (unidade externa e interna)

No momento da sua instalação, não só temos de ter em conta o local, mas também a distância. Você sabia que quanto maior a distância entre o dispositivo interno e o dispositivo externo, menor o desempenho do sistema? Por exemplo, em uma instalação a 5 metros de distância, um de 10 metros supõe uma perda de desempenho entre 3% e 5%, e um de 15 metros, entre 7% e 10%. Além disso, nem todos os fabricantes oferecem as mesmas possibilidades em termos de distâncias de instalação.

No que diz respeito à unidade exterior, a sua localização é muito importante. Ser capaz de ter ventilação adequada é essencial. Portanto, se for instalado próximo a uma parede, não devemos esquecer que deve haver distância suficiente para que o ar flua facilmente.

Portanto, é preferível instalá-lo em um local com sombra. Por quê? A diferença de temperatura entre estar sob luz solar direta e estar na sombra pode ser de 5º C a 10º C. Uma diferença que pode implicar até 20% de excesso de consumo. No caso da unidade interna, o aspecto que devemos priorizar é a economia de energia. Embora atualmente também existam equipes onde a estética desempenha um papel importante.

5- Tecnologia de inversores como solução eficiente

Ter um sistema de ar condicionado com tecnologia inverter não só maximiza a capacidade de refrigeração, mas também a mantém constante. Como isso nos beneficia? Permite que não haja grandes mudanças de temperatura, que a eficiência do ar condicionado aumente e que ganhemos em conforto . Em outras palavras, sua função não é outra senão regular a velocidade do compressor. Para que, sem parar, diminua sua velocidade ao mínimo necessário para manter a temperatura desejada. Aqui você tem mais informações sobre a tecnologia de inversores.

6- Conheça o significado do ERR

Significa “energia de refrigeração ou energia elétrica” ​​consumida na refrigeração. O ERR  mede a eficiência da unidade de ar condicionado , que é mais eficiente quanto maior o EER. Isso implica em um menor custo de operação. Você sabia que os aparelhos mais eficientes costumam ter cerca de 13 EER?

7- Entender a etiqueta energética

A etiqueta energética é muito importante na escolha de um bom sistema de ar condicionado. Nele você poderá ver, não só o produto, o modelo e características, como o nível sonoro; mas também a classificação energética ou a potência de refrigeração.

Como já mencionamos anteriormente, a potência do equipamento é determinada pelas frigorias, e elas são determinadas em relação aos metros quadrados da sala onde você vai colocar o aparelho. Mesmo que você adquira um equipamento mais potente, isso não significa que o custo no consumo será maior, mas sim que ele atingirá a temperatura desejada mais cedo.

Confira mais conteúdos em nosso site. Aproveite e compartilhe em suas redes sociais. Alguma sugestão no que podemos melhorar? Deixe nos comentários.