6 dicas para uma noite especial

Sexo de qualidade é sinônimo de sexo gourmet. Trata-se de desfrutar do prazer com todos os sentidos (sabor, olfato, visão, tato, audição e o sexto sentido: “fantasia”), acrescentando um ponto de criatividade e esquecendo de atingir um objetivo. É apenas uma questão de aproveitar todo o processo.

Muitas vezes acreditamos que para ter um bom sexo é preciso tempo e muita imaginação. Mas com as dicas  listadas abaixo, podemos desmistificar essa crença sendo capazes de melhorar a qualidade do sexo sem fazer muito esforço ou investir muito tempo.

Vou dar-lhe algumas chaves para experimentar sexo de qualidade. Estas são as chaves que devemos levar em conta todos os dias, para incorporá-las gradualmente. Assim, sem perceber, um dia vamos colocá-los em prática de forma natural e prazerosa:

1. Priorize o sexo em seu relacionamento com seu parceiro e em sua vida diária

Hoje, nosso dia a dia tende a ser muito corrido e com pouco tempo livre. Chegamos em casa à noite, exaustos e querendo ir para a cama e descansar. Se nos deixarmos levar por essa dinâmica, o sexo sempre acaba sendo o último.

Depois de lavar a louça à noite e relaxar no sofá, meio adormecido, é fácil que nesse momento o desejo não apareça e esteja na hora de fazê-lo “porque está na hora”.  Portanto, é importante dar espaço ao sexo, priorizá-lo sobre outras obrigações.

Se pararmos para pensar, muitas vezes fazemos coisas que não temos vontade de fazer, mas se mantivermos um ritmo e uma frequência e nos encorajarmos, acabamos gostando e até acabamos querendo o tempo para fazê-lo de novo.

Por exemplo, esportes. Exatamente a mesma coisa acontece com a sexualidade: se a priorizarmos e não a deixarmos “de acordo com as obrigações”, desfrutaremos mais e melhor!

2. Lembre-se que a sexualidade começa com a sedução

Com o passar dos anos (e principalmente se tivermos um parceiro estável) esquecemos que o sexo é muito mais do que preliminares, coito e orgasmo. Portanto, se queremos fazer sexo de qualidade, chegou a hora de recuperar o flerte e a sedução fora da relação sexual e nos transformar a cada dia em pessoas eróticas, sensuais e positivas.

Ao introduzir a sedução, aumentaremos automaticamente nosso desejo e o de nosso parceiro. Com isso não quero dizer que um tempo longo e chato deva ser dedicado à sedução, mas que às vezes um simples beijo, um olhar, uma aproximação ou um comentário arriscado, comportamentos que duram dois minutos, são suficientes para reacender a chama.

3. Determine o que você gosta e o que seu desejo desperta

Para desfrutar plenamente do sexo, devemos primeiro conhecer a nós mesmos. É importante conhecer nossos desejos sexuais: saber do que gostamos, com o que despertamos nosso desejo, o que nos interessa e o que não nos interessa, com o que nos sentimos confortáveis, etc. É hora de experimentar e conhecer nossos gostos pessoais.

4. Adicione um pouco de criatividade

O sexo de qualidade está inquestionavelmente ligado à criatividade, espontaneidade e imaginação. Os principais inimigos da sexualidade são a rotina, a preguiça e a monotonia. Elas ocorrem quando deixamos de inovar, quando caímos no hábito de fazer sempre a mesma coisa, no mesmo lugar, ao mesmo tempo e da mesma maneira.

5. Rompa o sexo = esquema de orgasmo

Tendemos a conceber o sexo como a culminação do orgasmo, que cria obrigações e pressões em torno do momento sexual, fazendo com que nos concentremos nas áreas físicas mais erógenas em muitas ocasiões, como os genitais e os seios das mulheres.

Devemos lembrar que o órgão mais erógeno é a nossa mente, através da imaginação e da fantasia podemos atingir altos níveis de entusiasmo e paixão pela simples necessidade de um carinho.

Como a pele é o maior órgão erógeno, o que nos leva a refletir que às vezes nos faltam muitos estímulos e sensações sexuais, focando apenas nos genitais e seios.

6. Extra e o favorito

Todo mundo tem direito a um capricho. Um momento especial de intimidade sozinho e/ou com seu parceiro. Com produtos sexi shop, jogos sexuais, perfume ou óleo de massagem. Uma lingerie especial. Aquela fantasia pessoal ou comum que pode ser tão interessante.

Ou aquela prática sexual específica que você pode fazer sozinha ou com alguém muito especial, não acha? O mundo das fantasias eróticas é interminável. Atreva-se a se vestir, brincar, ser um estranho ou ter um encontro no hotel como se não se conhecessem.

Esses tipos de “caprichos” não só farão você se divertir, mas em um nível neuroquímico eles têm um impacto muito positivo em suas emoções e, portanto, têm um grande potencial para aumentar sua autoestima sexual e geral como mulher.

Além disso, eles podem ajudá-lo a ampliar sua visão da sexualidade e melhorar sua saúde física e emocional. Se você assimilou todas essas informações e está disposto a colocá-las em prática, parabéns! Você já tem as verdadeiras chaves para uma vida sexual bem-sucedida.